Farewell India

posted in: Índia | 3

Chamam-lhe a cidade dos mortos. Aqui chega muita gente que vem esperar pelo fim, na cidade sagrada dos hindus. Para nos representou também um fim. O fim de uma relação com quase oito anos.

Foi uma caminhada longa que percorremos juntos e que nos fez viver esperiencias unicas e descobrir novos caminhos; vencemos barreiras e ultrapassamos obstaculos, saboreamos vitorias e consulamo-nos nas desilusoes.

Também mudámos. A nos próprios e um ao outro. Influências, cedências, incentivos e travões… foi um constante dar e receber que nos enriqueceu e nos fez crescer.

De certa maneira, a forma como evoluimos nestes anos fez com que tivessemos objectivos diferentes para as nossas vidas, e que ate agora tinha sido possivel consiliar mas que de futuro nos obrigariam a pagar um preco elevado, que de certo nao nos traria felicidade. A viagem nao constituiu o motivo da separacao, nem tao pouco o facto de passarmos muito tempo juntos. Somente surgiu como um catalizador de uma situacao que acabaria por acontecer.

Em Varanasi o céu esta cinzento, pesado, ameaçando chuva que quando chega não traz alívio ao calor que se sente. Depois do pôr-do-sol, dirigimo-nos até ao Assi Ghat, onde estava a decorrer a cerimónia do “puja”. O pequeno amigo que fizemos nestes dias, e que na véspera me tinha oferecido umas flores para lançar ao Ganga, rapidamente nos localizou no meio da multidão reunida junto ao ghat. Compramos-lhe as ultimas duas oferendas: uma taça feitas de folhas secas, decoradas com pequenas flores cor-de-laranja, que rodeavam um recipiente de barro onde ardia uma vela.

Em simultâneo, lançamos as nossas oferendas ao Ganga, que suavemente as afastou, como duas vidas que a partir de agora seguem rumos diferentes.

Farewell
Farewell

3 Responses

  1. José

    Gostei do texto, explica bem a quem poderia ter dúvidas. Eu não poderia esperar outra coisa de ti.
    Tio Zé

  2. Paula Bombas

    Oops… cheguei de férias e não esperava esta notícia no vossos relato de viagem. Mas que sigam felizes nos vossos caminhos e por certo a experiência vivida nesta aventura os manterá ligados, pelo menos espiritualmente, por muito, muito tempo.
    Beijinho para os dois e obrigada por terem partilhado estes “passeios” maravilhosos connosco. Adorei fazer esta viagem…

Deixar uma resposta