Ayutthaya

De dia para dia a cidade vai-se vestindo de amarelo, assim como os seus habitantes preparando-se para as festas de comemoração do aniversário do Rei Bhumibol no dia 5 de Dezembro. Desconheço a razão da escolha desta cor, mas está associada à figura monárquica, surgindo em bandeiras, grinaldas, faixas e flores que decoram as carros, casas, lojas e ruas e em particular nas roupas envergadas por grande parte dos tailandeses nos dias que antecedem o aniversário do rei.

Fundada em 1351, Ayutthaya foi capital do reino até à invasão Birmanesa em 1782, sendo então substituída por Bangkok, tendo durante o século XVII tido mais de um milhão de habitantes, habitando maioritariamente em barcos-casa atracados ao longo dos vários rios que circundam a cidade. Atestando a sua importância subsiste ainda um significativo conjunto de templos, sendo hoje em dia considerada património mundial pela UNESCO.

A melhor forma de conhecer a Ayutthaya e o seu património é de bicicleta, pois a cidade é plana e o trânsito flui fácil e disciplinadamente.

Mas não só de templos vive Ayutthaya; a cidade tem vida própria e apesar de estar longe de ter a importância que ostentou em tempos, matem uma vida muito própria sobressaindo os mercados, uns a funcionar durante o dia essencialmente destinados à venda de alimentos, outros que só se iniciam à noite, mais focados em roupas e na venda de comida já confecionada que constitui a maior parte das refeições dos tailandeses, e que podem ser comidas enquanto se caminha pelas ruas ou levadas para casa.

A chegada a Ayutthaya, foi mais complicada do que o previsto pois o autocarro que me levou desde Chiang Mai, em direção ao sul, numa viagem nocturna pelas estradas secundárias em direcção a Bangkok (pois o percurso pela estrada principal é mais caro) e que deveria fazer uma paragem na cidade de Ayutthaya, deixou-me algures junto à berma da via rápida. Vi-me assim às 4.30h da madrugada, a saltar separadores de betão de mochila às costas, sem saber muito bem onde estava, com a inevitabilidade e a dificuldade de negociar um preço acessível para ir de táxi para o centro da cidade. Decidi esperar que mais alguém fosse “despejado” dos vários autocarros que seguiam para sul para poder dividir a despesa. Surgiu um casal de espanhóis que foram a companhia e uma benéfica fonte de informações em termos de restaurantes e de alojamento, assim como para explorar a cidade de Ayutthaya, com a qual já estava familiarizados, enquanto pelas 6 horas da manhã íamos comendo um “pad thai” no mercado que iniciava a sua actividade junto à estação de comboios.

Wat Maha That
Wat Maha That
Wat Maha That . É neste templo que se situa uma das imagens mais populares de Ayutthaya, uma escultura do rosto de Buda envolvida pelas raízes aéreas da árvore.
Wat Maha That . É neste templo que se situa uma das imagens mais populares de Ayutthaya, uma escultura do rosto de Buda envolvida pelas raízes aéreas da árvore.
Wat Maha That
Wat Maha That
Preparativos para a comemoração do aniversário do rei
Preparativos para a comemoração do aniversário do rei
Ayutthaya
Ayutthaya
Ayutthaya
Ayutthaya

 

mercado junto ao rio Po Sak que se inicia de manhã bem cedo terminado pela hora do almoço, e onde a maior parte da população de Ayutthaya se abastece de produtos alimentares
mercado junto ao rio Po Sak que se inicia de manhã bem cedo terminado pela hora do almoço, e onde a maior parte da população de Ayutthaya se abastece de produtos alimentares
mercado
mercado
uma alternativa à bicicleta são os passeios de elefante pelas ruinas e principais templos da cidade; apesar do carrinho e cuidado com que os tailandeses tratam os animais domésticos, continuam a ser usados animais selvagens para entretenimento humano
uma alternativa à bicicleta são os passeios de elefante pelas ruinas e principais templos da cidade; apesar do carrinho e cuidado com que os tailandeses tratam os animais domésticos, continuam a ser usados animais selvagens para entretenimento humano
Wat Chai Watthanaram situado junto a um dos outros rios que circunda a parte antiga da Ayutthaya, o Chao Phraya. Este templo é dos mais importantes templos budistas tendo sido construído em 1630 com o estilo arquitectónico Khmer
Wat Chai Watthanaram situado junto a um dos outros rios que circunda a parte antiga da Ayutthaya, o Chao Phraya. Este templo é dos mais importantes templos budistas tendo sido construído em 1630 com o estilo arquitectónico Khmer
Wat Chai Watthanaram
Wat Chai Watthanaram
Wat Chai Watthanaram
Wat Chai Watthanaram
Wat Chai Watthanaram
Wat Chai Watthanaram
Wat Chai Watthanaram
Wat Chai Watthanaram
rio Pa Sak
rio Pa Sak
Barqueiro no meio da sua refeição enquanto manobra o pequeno barco que transporta continuamente passageiros entre as duas margens do rio Pa Sak
Barqueiro no meio da sua refeição enquanto manobra o pequeno barco que transporta continuamente passageiros entre as duas margens do rio Pa Sak
Stupa ou também chamada Chedi pertencente ao tempo Phra Chedi Si Suriyothai junto ao rio Chao Phray, um dos principais rios que circunda a cidade antiga de Ayutthya
Stupa ou também chamada Chedi pertencente ao tempo Phra Chedi Si Suriyothai junto ao rio Chao Phray, um dos principais rios que circunda a cidade antiga de Ayutthya
Ayutthaya
Ayutthaya
Um dos muitos restaurantes de rua que durante o dia servem refeições simples, como sopa de noddles
Um dos muitos restaurantes de rua que durante o dia servem refeições simples, como sopa de noddles
mercado nocturno
mercado nocturno
mercado nocturno
mercado nocturno

Deixar uma resposta