De Dharamsala até Dalhousie.. de Royal Enfiel

A localização de Dharamsala num dos vales da cadeia montanhosa que caracteriza a paisagem do estado do Himachal Pradesh proporciona um bom ponto de partida para visitar a região adjacente, nomeadamente o vale de Chamba.

A povoação de Dalhousie deve o seu nome ao Lorde inglês com o mesmo nome, que durante o British Raj foi Governador Geral do Punjab, e encontrou aqui um clima mais brando para fugir às tórridas temperaturas do estado vizinho, transformando-se numa espécie de retiro para militares e pessoal administrativo. Situada aos quase 2000 metros de altitude, esta zona oferece Invernos são rigorosos, e mesmo em Março, apesar dos dias limpos de soalheiros as noites são húmidas e quase geladas.

Para além da paisagem pouco há que mereça uma estadia de mais do que uma noite, sendo constituída predominantemente por edifícios modernos, de arquitectura duvidosa que nos remete para paisagens suíças, mas com telhados de chapa metálica, onde os edifícios parecem escorregar pelas íngremes encostas. Contudo, gozando da localização elevada proporcionada pelo topo da montanha, Dalhousie oferece uma ampla vista para os picos cobertos de neve da cordilheira de Dhauladhar, que é a parte mais ocidental dos Himalayas.

O percurso por estradas secundárias, que sinuosamente sobem e descem encostas, deixam para trás as zonas mais planas, onde verdejantes campos de arroz e trigo, pontuados por casas e por onde calmamente pasta gado, surgindo encostas rochosas onde o cinzento do granito aflora por entre a vegetação densa e diversificada onde se destacam os rododendros e os bambus.

Dhauladhar
Dhauladhar
Cordilheira de Dhauladhar, onde os picos estão permanentmente cobertos de neve mas onde os vales e zonas mais baixas oferecem obrigo para povoações e agrigultura.
Cordilheira de Dhauladhar, onde os picos estão permanentmente cobertos de neve mas onde os vales e zonas mais baixas oferecem obrigo para povoações e agrigultura.
paragem numa das incaracterísticas povoações que surgem à beira da estrada, geralmente em cruzamentos, que pouco mais oferecem do que um pequeno mercado de frutas e legumes, refeições ligeiras e um punhado de lojas para satisfação das necessidades básicas da população local, fortemente virada para a agricultura- Banca de venda de amendoins, grão e lentilhas tostadas, salgadas ou picantes.
paragem numa das incaracterísticas povoações que surgem à beira da estrada, geralmente em cruzamentos, que pouco mais oferecem do que um pequeno mercado de frutas e legumes, refeições ligeiras e um punhado de lojas para satisfação das necessidades básicas da população local, fortemente virada para a agricultura- Banca de venda de amendoins, grão e lentilhas tostadas, salgadas ou picantes.
Entre Dharamsala e Chamba os vales são muitas das vezes serpenteados por rápidos rios de claras e geladas águas
Entre Dharamsala e Chamba os vales são muitas das vezes serpenteados por rápidos rios de claras e geladas águas
as poucas povoações atravessadas não oferecem muitas opções para refeições, conseguindo-se contudo um prato de arroz com lentilhas e caril, servido em mesas corridas protegidas por um telhado de chapa, num dos dhabas de beira de estrada, pouco habituados a receber estrangeiros, mas onde uma refeição fica por menos de 80 rupias
as poucas povoações atravessadas não oferecem muitas opções para refeições, conseguindo-se contudo um prato de arroz com lentilhas e caril, servido em mesas corridas protegidas por um telhado de chapa, num dos dhabas de beira de estrada, pouco habituados a receber estrangeiros, mas onde uma refeição fica por menos de 80 rupias
nos vales concentram-se as povoações, rodeadas de verdes campos agrícolas e gado
nos vales concentram-se as povoações, rodeadas de verdes campos agrícolas e gado

Alojamento:

Em Dalhousie existem inúmeras opções de alojamento, centenas de hotéis e guest houses, mas pouco atractivas para backpackers, sendo o standard mais elevado e focado no turismo indiano de classe média e média-alta.

Mesmo as poucas guest houses que se podem encontrar na povoação de Dalhousie cobram preços demasiado elevados oferecendo quartos sujos e bafientos. Apesar de Março ainda não ser época alta e de os hotéis estarem praticamente vazios foi i possível negociar o preço, verificando-se uma espécie de ‘acordo’ entre os vários hotéis de forma a cobrarem valores demasiados elevados aos visitantes estrangeiros.

Perante este desolador cenário a escolha recaiu para o Hotel Monal, com um quarto duplo, com casa de banho a 800 rupias, que se apresentou com melhores condições e um pouco de simpatia, numa povoação onde, por motivo desconhecido, muitos dos hotéis se recusam a receber estrangeiros, dizendo estarem lotados, qd na verdade nem um só quarto está ocupado….!!!!

Hotal Monal. Contactos
Hotal Monal. Contactos

Onde comer:

Quanto a restaurantes a oferta é vasta, tendo a escolha recaído para o Sher-e-Punjab Restaurant, que serve em ambiente mais sofisticado a tradicional gastronomia do Punjab, bem confecionada e servida com simpatia ao som dos kirtan, músicas sagradas emitidas pelo canal Sikh onde os televisores estão sintonizados.

Restaurante Sher-e-Punjab, um dos três com o mesmo nome situados lado a lado, o que é normal na Índia, onde é possível abrir uma loja, restaurante ou guest house, com o mesmo nome, mesmo ao lodo do negócio original, sem que dai venha qualquer ilegalidade ou constrangimento. De entre todos este pareceu ser o ‘original’.

Restaurante Sher-e-Punjab, um dos três com o mesmo nome situados lado a lado, o que é normal na Índia, onde é possível abrir uma loja, restaurante ou guest house, com o mesmo nome, mesmo ao lodo do negócio original, sem que dai venha qualquer ilegalidade ou constrangimento. De entre todos este pareceu ser o ‘original’.

Transportes:

Dalhousie pode ser alcançada numa viagem de bus desde Dharamsala, que demora cerca de 6 horas.

Contudo a opção foi o aluguer de mota, o que proporciona mais liberdade para percorrer estradas secundarias, que serpenteiam pelo meio das montanhas. Parte das estradas está em boas condições mas a maioria, apesar de pavimentada apresenta muitas irregularidades, tornado o percurso lento e desconfortável, obrigando a paragens para descanso que oferecem magníficas paisagens.

Aluguer de Royal Enfiel: 1000 rupias/dia

Custo de gasolina: 70 rupias/litro (preço variável)

Melhor altura para visitar:

Apesar do tempo primaveril, algumas estradas podem estar cortadas, nos pontos mais altos, pela neve, o que obriga a desviar por percurso menos interessantes e mais movimentados.

Esta região de Chamba, assim como Dharamsala, oferecem duas alturas propícias aos visitantes:

  • entre meados de Março ao inicio de Junho
  • de Setembro até final de Outubro

De Novembro a Fevereiro as temperaturas são baixas e grande parte de hotéis, restaurantes e lojas encontram-se fechados. Junho, Julho e Agosto é a época das monção, sendo a constante e intensa chuva pouco convidativa a percurso nas sinuosas estradas de montanha.

Deixar uma resposta