Cherrapunjee… o local com mais chuva do mundo?!

Cherrapunjee ou Shora?!?!… o primeiro nome é o “oficial” e o que consta dos mapas, o segundo nome é pelo qual esta povoação situada num planalto junto às Khasi Hills é conhecido pela população local.

Nesta altura do ano, em que as chuvas da monção são uma memória distante, somente riachos deslizam pelo leito rochoso deste planalto, onde o verde da vegetação se dá por vencido mudando para tons de amarelo. Depois de deixar para trás a cinzenta cidade de Shillong, percorrendo uma sinuosa estrada de paisagens agrícolas e montanhas de profusa vegetação, onde se assiste à bucólica mas árdua vida rural, chega-se à desolada povoação de Sohra. A chegada num Domingo de manhã, com o céu coberto de um delicado manto de nuvens cinzentas, as lojas fechadas, as ruas vazias de gente e as estradas desertas de tráfego deixaram uma impressão de desalento que mesmo no dia seguinte, com o sol a brilhar num céu azul não conseguiu apagar.

Sohra (Cherrapunjee)
Sohra (Cherrapunjee)
Sohra
Sohra
Sohra (Cherrapunjee)
Sohra (Cherrapunjee)

Numa região dominada fortemente pelo Cristianismo, nas mais diversas formas desde cristãos, anglicanos, protestantes, evangélicos, presbiterianos, etc…, o domingo está inteiramente reservado para ir à igreja. Pelo meio da manhã, as desertas ruas de Sohra, vão ganhando algum colorido, com a população caminhando em direção às várias igrejas, em indumentária domingueira, onde homens vestem camisas impecavelmente engomadas, mulheres usam lungis de sofisticados tecidos, raparigas usam orgulhosamente pomposos e coloridos vestidos e laços enfeitando o cabelo, cuidadosamente penteado.

Situada num planalto das Khasi Hills, a cerca de 1400 metros de altitude, Sohra sofre de desertificação, numa zona onde a agricultura é difícil num terreno empobrecido pela erosão resultante do abate de árvores, que provocou já visíveis alterações climatéricas que fizeram com que este local, anteriormente designado por “wettest place on earth”, tenha perdido este título.

Kashi festival, Sohra (Cherrapunjee)
Kashi festival, Sohra (Cherrapunjee)

Contudo Shora é ponto de passagem obrigatório para quem pretende explorar as encostas das Khasi Hills, e serve também como escala técnica para quem pretende descer ao vales onde se abrigam as aldeias onde habitantes mantêm o tradicional modo de vida da cultura Khasi, e onde a aldeia de Nogriat sobressai pelas fantásticas pontes feitas de raízes de árvores vivas: as living root bridges.

Pouco há a fazer ou ver em Sohra, mas o dia pode ser aproveitado para uma visita às Nohkalikai Falls, a 5 quilómetros de Sohra Market. Em Abril a quantidade de água nos rios não é abundante, mas mesmo assim a visita às cataratas proporciona um passeio interessante e uma vista para a cadeia de colinas que se estende até à fronteia com o Bangladesh.

Nohkalikai Falls. Sohra (Cherrapunjee)
Nohkalikai Falls. Sohra (Cherrapunjee)
Nohkalikai Falls. Sohra (Cherrapunjee)
Nohkalikai Falls. Sohra (Cherrapunjee)

A estadia de um dia em Sohra deu a oportunidade de assistir ao ultimo de três dias de festival, onde crianças e adultos, vestindo trajes tradicionais, executaram danças ao som de uma minimalista e repetitiva música.

Kashi festival, Sohra (Cherrapunjee)
Kashi festival, Sohra (Cherrapunjee)
Kashi festival, Sohra (Cherrapunjee)
Kashi festival, Sohra (Cherrapunjee)
Kashi festival, Sohra (Cherrapunjee)
Kashi festival, Sohra (Cherrapunjee)

Nohkalikai Falls:

Bilhete de entrada: 10 rupias + 20 rupias para a máquina fotográfica.

Não existem autocarros para as cascatas, pelo que a solução é um taxi (300 rupias) ou pedir boleia.

Tarifas. Nohkalikai Falls. Sohra (Cherrapunjee)
Tarifas. Nohkalikai Falls. Sohra (Cherrapunjee)

Onde dormir em Sohra:

Existem várias opções em termos de alojamento em Sohra, mas a maioria está situada em Lower Cherrapunjee, numa zona onde as habitações estão um pouco mais dispersas, a cerca de 3 quilómetros de Sohra Market, o centro da vila.

Dos vários alojamentos disponíveis a escolha foi para o despretensioso By the Way Lodge, onde o dono, que mais parece um rastafári, nos recebe de forma afável, fornecendo todas as informações.

Existem dois dormitório, e alguns quartos. A casa-de-banho e o chuveiro (com água quente) são partilhados, mas são modernos e impecavelmente limpos. Reina uma boa atmosfera e é o local ideal para encontrar outros backpackers e descansar antes de exigente descida para Nongritat. É possível deixar parte da bagagem no By the Way Lodge.

By the Way Lodge (Dukan Road, Lower Cherrapunjee)

Dorm: 250 rupias

O by the way localiza-se perto da Indian Petrol Pump station. A menos de 500 metros da ultima paragem dos sumo em Lower Cherrapunjee.

By the Way Backpackers Hostel. Sohra (Cherrapunjee)
By the Way Backpackers Hostel. Sohra (Cherrapunjee)
By the Way Backpackers Hostel. Sohra (Cherrapunjee)
By the Way Backpackers Hostel. Sohra (Cherrapunjee)

Lower Cherrapunjee não tem muito para oferecer, para além de uns restaurantes e de alguns alojamentos, mas fica numa zona ampla de paisagem natural, que de certo depois da monção é totalmente verde atravessada por linhas de água, mas que em Março começa a ficar seca. Mas o By the Way Lodge e a simpatia do seu proprietário são razões mais do que suficiente para escolher ficar em Lower Cherrapunjee.

Onde comer em Sohra (Cherrapunjee):

Não sendo amigável para vegetarianos, nos restaurantes locais de Cherrapunjee existem sempre várias opções vegetarianos incluindo os tradicionais pratos da cozinha Indiana, aos quais se juntam os noodles.

Domingo está tudo fechado em Sohra Market, mas alguns restaurantes estão abertos em Lower Cherrapunjee.

7 Trep Restaurant: Boa comida indiana. Um caril com uma rica variedade de vegetais, servido numa generosa porção e acompanhado de arroz custa 70 rupias. Os noodles e os momos são os favoritos da população local. A comida é cozinhada na altura o que pode demorar um pouco. O staff é muito simpático.

Mas para quem quer começar o dia cedo, são poucas as opções, para além de pequenos estabelecimentos, um misto de café e de mercearia, que servem refeições, basicamente à base de arroz e carne, a partir das 8.30h da manhã.

um restaurante local em Sohra (Cherrapunjee)
um restaurante local em Sohra (Cherrapunjee)
pequeno-almoço num restaurante local em Sohra (Cherrapunjee)
arroz com grão e chai, o pequeno-almoço num restaurante local em Sohra (Cherrapunjee)

Transportes em Sohra (Cherrapunjee):

Para percorrer os 3 quilómetros que separam Lower Cherrapunjee de Sohra Market existem shared-taxis (localmente designados por tempo) que circulam pela estrada recolhendo e largando passageiros. Geralmente é necessário esperar até estarem quase cheios para fazerem o percurso, recolhendo e largando passageiros pelo caminho, sem local de paragem específico. Os tempo são pequenos veículos (Suzuki Maruti) pintados de preto e amarelo.

  • Shared-táxis de Lower Cherrapunjee para Sohra Market: 10 rupias
paragem de "sumos" em Lower Cherrapunjee
paragem de “sumos” em Lower Cherrapunjee

Como ir de Sohra (Cherrapunjee) para Nongriat:

Em frente ao By the Way Lodge, há uma paragem onde pelas 9 da manhã passa um autocarro com destino a Tyrna, a povoação mais próxima de Nongriat com acesso rodoviário… daqui para a frente existem somente caminhos descendo as encostas das montanhas até às povoações situadas junto ao vale.

  • Bus de Sohra para Tyrna: 20 rupias (passa por volta das 9 am; a viagem demora perto de 1 hora)
  • shared-taxi de Sohra para Tyrna: 40 rupias
  • em Tyrna é necessário caminhar pela estrada até encontrar o caminho que dá acesso a Nongriat, cerca de 30 minutos de caminhada, descendo pela estrada. Basta ir perguntado por “Nongriat” à população local pois todos sabem indicar o caminho, até as crianças.
  • Chegando a um pequeno aglomerado de casas, onde existe uma chai-shop feita em bambu, encontra-se, do lado esquerdo o trilho para Nongriat que segundo conta tem mais de 2800 degraus e umas quantas pontes suspensas, até se chegar à aldeia.

ATM em Sohra:

Existem um ATM junto à bomba de gasolina na Dukan Road, em Lower Cherrapunjee assim como em Sohra Market.

Não existe ATM em Tyrna ou Nongriat.

Como ir de Sohra (Cherrapunjee) para Shillong:

Tanto em Lower Cherrapunjee com em Sohra Market, encontram-se sumos (jeeps-partilhados de côr amarela) que ligam Sohra a Shillong. Funcionam desde o amanhecer até ao fim do dia; iniciam o percurso quando estão cheios.

  • sumo de Sohra para Shillong: 70 rupias (1.5 horas)

altitude: 1484 m

população: 14.816

Deixar uma resposta