Cát Bà

>

O nosso segundo dia na ilha, amanheceu húmido e cinzento, fazendo temer o pior para o nosso passeio de barco pela baía que estava previsto para a o inicio da tarde, alugámos uma mota junto da recepcionista do hotel, e fomos dar uma volta pela ilha.
A paisagem é de cortar a respiração, em especial junto à costa onde ao longe, as montanhas aparecem como que sobrepostas em várias camadas, envolvidas pela neblina que lhe confere uma ilusão de ser um cenário desenhado numa tela.
Praticamente só existem duas estradas na ilha, uma junto ao litoral, e outra que atravessa a ilha a meio. À medida que nos afastamos da cidade de Càt Bá vão escasseando as casas e as pessoas, sendo aos pouco substituídos por densa vegetação e pelo som dos animais da selva.
Grande parte da ilha de Càt Bá é considerada pela UNESCO como a Biosphere Reserve, onde foi criado um parque nacional, com o fim de proteger a diversidade de ecossistemas da ilha; aqui podem-se ainda encontrar espécies de macacos únicas no Viet Nam, mas que correm o risco de extinção. Devido à persistência da chuva ficou a faltar-nos visitar o parque onde se podem fazer caminhadas.

Deixar uma resposta