Tam Coc

>

Tam Coc é frequentemente comparada com Halong Bay, mas em terra…. e consideravelmente mais pequena. Trata-se de zona de inúmeros canais, repletos de campos de arroz, que serpenteiam entre íngremes montanhas rochosas, cobertas de vegetação. A paisagem é assombrosa e de uma intensa calma.
Sabíamos que para percorrer estes canais teríamos que alugar um barco com o respectivo remador que nos serviria de guia. Quando chegámos ao local deparámo-nos com umas centenas de barcos o que nos levou a pensar tratar-se de um local com muitos turistas o que contrastava com a relativa calma que se sentia. Mas foi por pouco tempo, em breve chegaram excursões de vietnamitas que com muito alarido e confusão lá embarcaram, enquanto nós optámos por esperar um pouco até se restabelecer a calma e a ordem…
Depois de comprar-mos os bilhetes que incluem a entrada e o passeio de barco (30.000VND por pessoa) fomos encaminhados para um barco, que à semelhança do demais era conduzido por uma mulher, que habilmente remou alternadamente com as mãos e com os pés, e nos foi conduzindo por mais de uma hora entre as montanhas de Tam Coc.
A paisagem dominada pelo verde dos campos de arroz, era abruptamente interrompida pelas montanhas que ocupavam todo o horizonte. Dominava o silêncio só quebrado pelo ritmado chapinhar dos remos nas águas.
No final do percurso, à sobra de uma das várias grutas que atravessamos encontravam-se diversos barcos com vendedores de fruta, bolachas, sumos e tudo o que um turista poderia desejar depois de tão idílico passeio. Optámos por umas deliciosas bananas que para nosso espanto tinha uns pequenos caroços…. é verídico: existem bananas com caroços, não é imaginação, não é confusão… são caroços. Mais tarde voltamos a depararmo-nos com este fenómeno. A nossa remadora ainda tentou vende-nos uns panos bordados mas com pouca convicção não tendo insistido muito perante a nossa recusa

 

 
 
 

Deixar uma resposta