Uppuveli Beach, Trincomalee e a chuva

O primeiro som que nos chega de manhã das adormecidas ruas de Uppuveli é o “Für Elise”, uma popular composição de Beethoven, que tocado numa versão simplificada anuncia a passagem do vendedor de pão e bolos, que conduz lentamente o seu triciclo motorizado que funciona ao mesmo tempo de loja. Um contraste entre a sofisticada melodia e a simplicidade do local… uma praia na costa Este do Sri Lanka, orlada pelo verde dos coqueiros e vegetação tropical.

Uppuveli é somente uma pequena povoação, disposta num reticulado de ruas entre a estrada nacional e a praia, situada a 4 quilómetros a Norte da cidade de Trincomalee, o maior aglomerado populacional da costa Este da ilha. Dada a configuração da costa que forma uma baía, protegida da fortes correntes do Oceano Indico, por um pequeno cabo, a ondulação não é tão forte, o que permite uns banhos de mar descontraídos, com a memorável temperatura da água, que se mantem morna apesar do invernoso céu cinzento.

Uppuveli Beach. Trincomalee

O cantar dos galos, as vacas a pastar pela berma da estrada, a quietude do lugar fazem-nos esquecer que Uppuveli é uma das mais populares praias da costa Este, mas que em Janeiro, época das chuvas, se encontra praticamente deserta com excepção actividade dos pescadores, que continuam rotineiramente a reparar as redes enquanto gralhas enchem o ar com o característico grasnar rouco e persistente.

Uppuveli Beach. Trincomalee
Uppuveli Beach. Trincomalee
Uppuveli Beach. Trincomalee, where the currents bring a significant amount of garbage that spread along the sea line
Uppuveli Beach. Trincomalee, where the currents bring a significant amount of garbage that spread along the sea line
Uppaveli_DSC_7847
Uppuveli village with signs of the Tsunami 2004
Uppuveli Beach. Trincomalee
Uppuveli Beach. Trincomalee
Uppuveli Beach. Trincomalee
Uppuveli Beach. Trincomalee

Durante a época das chuvas o céu enche-se facilmente de nuvens, que nem sempre trazem chuva, com o azul do mar a ganhar tons escuros, e a rebentação das ondas a espalhar uma espuma branca pela areia que sem sol, se mostra escura. Uma caminhada junto ao mar, remete-nos para os passeios pela praia durante o Inverno no litoral Português, mas aqui a brisa morna que vem do mar e a água tépida que nos molha os pés, contrastam e criam um choque com essa memória fria.

Com o fim do dia, o sol esconde-se por trás da floresta tropical, fazendo crescer as sombras dos coqueiros que aos poucos conquistam o areal, deixando-nos na sombra enquanto o mar ainda reflecte os últimos raios de sol

Uppuveli
Uppuveli

Trincomalle, à semelhança de Batticaloa, localiza-se numa península, o que anunciava a possibilidade de agradáveis passeios pela cidade, mas a chuva persistente que durou mais do que um dia puseram de parte este plano, antecipando a partida de Trincomalee, que ficou para trás envolta num manto cinzento.

... leaving Trincomalee
… leaving Trincomalee

Onde dormir em Uppaveli:

Sendo uma das mais populares praias da costa Este, juntamente com Arugam Bay, existe uma grande oferta em termos de alojamentos, mas que nesta altura do ano, Janeiro, época das chuvas, se encontram maioritariamente fechados. Sobram os resorts mais sofisticados, alguns hotéis, as guest houses e muitas casas que alugam quartos (homestays). Nesta altura do ano (Janeiro) os preços mais baratos rondavam os 1000 LKR para um quarto.

Como o autocarro deixa os passageiros junto à entrada principal de Uppaveli, o mais natural é ir caminhado pelas ruas da povoação até chegar à praia. Entrando pela Beach Road, que apesar de ser o principal acesso à praia, tornou-se num zig-zagerar por entre casas e onde a construção de resorts bloqueou o acesso directo.

Chegando à praia, pode-se caminhar para o lado esquerdo, e encontrar uma sequência de alojamentos, mais sofisticados e mais ao estilo de resorts. Por trás encontram-se, as casas da população local onde muitas alugam quartos e pelo meio alojamentos que por estarem longe da praia têm preços mais atractivos.

Foi o caso do Sunrise Hotel, com excelentes quartos, numa zona sossegada a uns 5 minutos do areal, e que por estar vazio foi possível negociar o preço para 1000 LKR por noite. O staff é pouco simpático e o local não tem “atmosfera” mas os quartos são muito bons comparados com muitos outros visitados, que pelo mesmo preço oferecem locais sem condições.

 

Sunrise Hotel

Address: No. 49, Alles Garden, Trincomalee, Sri Lanka

Free wi-fi, mas não em todos os quartos, sendo necessário ir por vezes para o restaurante.

Sunrise Hotel. Uppuveli. Trincomalee
Sunrise Hotel. Uppuveli. Trincomalee
Sunrise Hotel. Uppuveli. Trincomalee
Sunrise Hotel. Uppuveli. Trincomalee

Mas chegando à praia, e caminhando para o lado direito, na direção dos barcos de pesca encontram-se outro tipo de alojamentos, mas modestos mas com mais ambiente. Para quem sai do autocarro na estrada nacional, é necessário caminhar um pouco para trás em direção a Trincomalee, até chegar a uma gigantesca igreja cristã (Holy Cross Convent), de arquitectura moderna, que fica do lado direito. Do lado esquerdo, mesmo em frente fica outro acesso à praia de Uppaveli, que é o mais fácil para chegar ao “French Garden”, “Regist Guest House” e “Anton Guest House”, entre outras existentes na mesma zona.

accommodation at Uppuveli. Trincomalee
accommodation at Uppuveli. Trincomalee
accommodation at Uppuveli. Trincomalee
accommodation at Uppuveli. Trincomalee

Onde comer em Uppuveli:

Alguns hotéis têm restaurante e pelas pequenas ruas de Uppuveli encontra-se um ou outro restaurante de comida local, que contudo têm preços demasiado inflacionados.

A solução mais económico é ir até à estrada nacional, e caminhar um pouco para norte, não mais do 200 metros, até chegar a um entroncamento, em redor do qual se reúne algum comercia, como uma frutaria, algumas lojas e um restaurante que serve roti e kotu. Caso se encomende serve também rice and curry, mas numa versão modesta e pálida, por 150 LKR.

Contudo o kotu é bastante bom assim como os rotis, tendo-se contudo destacado os coconut hoopers que feitos pela manhã desaparecem rapidamente. O local não tem nome, mas é o único sítio que serve comida nesta zona da estrada que liga Trincomalee a Nilaveli.

Roti and Kotu restaurant at Neraveli Road
Roti and Kotu restaurant at Nilaveli Road
Coconut Hoppers. rstaurant at Neraveli Road
Coconut Hoppers. rstaurant at Neraveli Road

Transportes de Trincomalee para Uppuveli:

Os autocarros para Uppuveli partem do lado esquerdo do terminal. Contudo algum dos autocarros com direção a Nilaveli nem sempre param em Uppuveli. Não há indicações pelo que é necessário perguntar aos motoristas ou a algum funcionário que se encontre no local.

Bus Ticket: 20 LKR.

A viagem não demora mais do que 15 minutos

Às 13.30h parte do lado direito do terminal, na mesma zona onde estão os autocarros privados para Colombo e Kandy um autocarro que passa em Uppuveli.

 

Para quem está em Uppuveli, em frente ao entroncamento onde se situa o pouco comércio encontra-se um paragem de bus, onde passa de hora a hora, às horas certas, um autocarro para Trincomalee. Atenção que nem todos os autocarros param nesta paragem.

Trincomalee, in front of the bus Terminal... some restaurants and roti shops
Trincomalee, in front of the bus Terminal… some restaurants and roti shops

Como ir de Trincomalle para Colombo ou Dambulla de bus:

Do terminal de autocarros de Trincomalle, cómodamente situada junto ao centro da cidade, partem regularmente autocarros com destino a Colombo que param em Dambulla.

Existem também autocarros da companhia estatal SLTB, de cor vermelha, com destino a Colombo e que demoram quase 3 horas a chegar a Dambulla.

Bus Ticket Trincomalle-Bandulla: 132 LKR (3 horas)

Trincomalee_Bus Terminal_DSC_7884
Bus from Trincomalee to Colombo, that stops at Dambulla (SLBT, the red governmental buses)
Bus Trincomalee to Colombo_Schedule_DSC_7808
Schedule. Bus from Trincomalee to Colombo, that stops at Dambulla

Deixar uma resposta